Dia Internacional da Mulher

Se se comemora é porque ainda não atingimos o que procuramos, como seres humanos:
RESPEITO

4 comentários:

Eliane F.C.Lima disse...

Cara Guidinha,
Concordo plenamente com seu comentário. Porque eu trabalho, há alguns anos,em minhas crítica literárias, com relações de gênero (feminino/masculino). Convido-a, então, porque é mulher, a ler minhas duas últimas postagens, onde reflito sobre o tema - sugiro até o "Comentando... 8", que vem antes -, em http://literaturaemvida2.blogspot.com. Na antepenúltima, coloco um poema de minha autoria, bem-humorado, sobre essa relação. Aguardo-a lá.
Eliane F.C.Lima (http://poemavida.blogspot.com)
(http://conto-gotas.blogspot.com)

Eliane F.C.Lima disse...

Ainda eu: você conhece o autor do tipo de escrita que é usado nesse "Gentileza gera gentileza"? Ele era um brasileiro, figura folclórica, meio são, meio louco. A cantora Marisa Monte canta uma canção sobre ele.
Eliane F.C.Lima

Eliane F.C.Lima disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Elvira disse...

O Dia Internacional da Mulher - ou o dia da Mulher, deveria ser todos os dias; das mulheres, dos homens, das crianças, enfim! Mas é verdade tanto o que digo como o que dizes: ainda não atingimos o que queremos, o respeito, a consideração, o apreço, a importãncia que merecemos - e agora falo de nós mulheres; na generalidade. Beijos.