Dançar com o telélé

Este toque é conhecido pelo «fado», quando tocado em concertina. Um, dois três para a direita, um, dois, três para a esquerda. Devagar que não é vira nem malhão. Depois é ir para a frente ou para trás. Quem manda é o mandador, desculpem a redundância.

Aqui estavamos por nossa conta, não houve quem fizesse uma roda. Eu dancei com o telélé, enquanto fazia o filme. Outros, aos pares, fazem o gosto ao pé.

Rodrigo, por fim, adormeceu ao colo da avó Palmira. E para terminar, o meu priminho Santiago, de Castelo Branco, no embaraço dos seus 14 anos, tapou a cara quando o fixei.

Foi bonita a festa.

video

Sem comentários: