Dá-me engulhos

Estão a terminar os funcionários públicos. Daqui a umas décadas, estão todos reformados e o que é Público/Social, acabou. Depois hão-de ser os Gestores dos Patrões que tratam de tudo. Mas também ficam os políticos para o País *sustentar*. Escolhas. Por causa da conjuntura internacional e da globalização.
Um salário de uma Secretária pessoal do Gabinete de um Secretário de Estado de um Ministério - 2 300€ ? De um dia para o outro? Deve ter tirado algum curso, entretanto. Conheço alguns.
Vale a pena estudar meus sobrinhos. Se tiverem algum conhecimento que vos leve às Secretarias de Estado, então estão feitos. Em poucos anos, sem descontos, arranjam reformas.
Porque podem ter o canudo, mas sem os conhecimentos certos, não se safam. Andam algumas centenas por aí, nos Centros de Emprego, com ele debaixo do braço, a ver se há alguma coisinha para fazer.

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS
Gabinete do Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação
Despacho n.º 10932/2008
Nos termos do disposto no n.º 1 do artigo 6.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de Julho, exonero, a seu pedido, Maria de Lurdes Teixeira Gonçalves, das funções de Secretária pessoal do meu Gabinete com efeitos a 31 de Março de 2008.
3 de Abril de 2008. — O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, João Titterington Gomes Cravinho.

No mesmo dia:
Despacho n.º 10933/2008
Nos termos do disposto nos n.os 3 e 4 do artigo 2.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de Julho, nomeio Maria de Lurdes Teixeira Gonçalves para, no âmbito das suas qualificações académicas, prestar apoio técnico nas diversas áreas de intervenção do meu Gabinete, nos seguintes termos:
1 — A presente nomeação é feita pelo período de um ano, renovando-se automaticamente por iguais períodos, sem prejuízo de ser o presente despacho revogável a todo o tempo.
2 — A remuneração mensal ilíquida é de € 2300, acrescida de subsídio de refeição, sendo esta a remuneração a tomar por base na determinação dos subsídios de férias e de Natal a que tiver direito.
3 — Quando se deslocar em missão oficial de serviço público no País ou no estrangeiro, a nomeada tem direito ao abono das correspondentes despesas de transporte e ajudas de custo, de montante igual ao fixado para os adjuntos de Gabinete.
4 — O presente despacho produz efeitos desde 1 de Abril de 2008.
3 de Abril de 2008. — O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, João Titterington Gomes Cravinho.
Ora, o n.º 1 do art. 6º diz:
Artigo 6.º Nomeação e exoneração
1 - Os membros dos gabinetes são livremente nomeados e exonerados pelo membro do Governo de que dependem.
Aceitou a exoneração a pedido dela ... e nomeou-a de novo!?! Logo a seguir!?! Será que ela se arrependeu e já não se quis ir embora? Então porquê pediu e exoneração? E porque não teve de esperar 1 mês?
Tudo dentro da Lei.
Vou ser feliz a partir deste momento. Por hoje, chega.

2 comentários:

Guida disse...

Sortuda esta Maria de Lurdes, conseguir logo trabalho assim tão bem pago!
Assim sim vale a pena trabalhar!
Guida

Guidinha Pinto disse...

Pois ... mas não é para qualquer um.
Beijo.