Ria Formosa

Entre Fábrica e Cacela Velha

Entre a Ilha de Tavira e o Forte do Rato (a nossa praia-do-dia-a-dia)

Manta Rota. Aqui, à direita, termina a zona lagunar da Ria Formosa.

Rio Gilão em Tavira. Ajuda a alimentar a laguna.

*Constituído por um cordão dunar, de ilhas-barreira e penínsulas arenosas, que se estende paralelamente à costa, o Parque Natural da Ria Formosa é um sistema lagunar único e em permanente mutação, devido ao contínuo movimento de ventos, correntes e marés.

Um presente da natureza com cerca de 18 mil hectares, que faz a transição entre a terra e o mar ao longo de 60 km do sotavento litoral algarvio, entre a península de Ancão e a praia da Manta Rota, passando pelos concelhos de Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António.

Com características naturais e geográficas excepcionais, esta zona húmida de reconhecido valor internacional é um habitat privilegiado para a fauna e flora. * In http://www.visitalgarve.pt/

1 comentário:

Guida disse...

O QUE FAZ BEM À ALMA, FAZ MAL AO FÍGADO, POR ENQUANTO, SÓ OLHAR.
JÁ NÃO VINHA AQUI HÁ MUITO TEMPO, ADOREI AS NOVIDADES, VOLTAREI.
BEIJINHO GUIDA